Gratidão!! Nobre Qualidade! Sábias palavras!! "Por mais que façamos, jamais pagaremos o q

domingo, 8 de abril de 2012

L A M A


Lama!
Intempestiva:
Que invade
os gabinetes,
dos planos,
do planalto,
central.
Não sazonal
Amoral.
                                                                         
Lama!                                                                                                            
Que invade
as cidades,
as casas,
os bares,
os prédios
barrocos,
barracos.
                                                                                                                                                     
Lama!
Obscura.
Opaca.
Não toma
ciência
da trama,
de quem
se deita
na sombra.
                                                                                                                                   
Lama!
Que afoga.
Sufoca.
Apavora.
Assola.
Que leva
embora.
Assombra!
                                                                                                                                                         

Lama!
Lama!
Lama!
Lamentável!
Lama!
                 
                                                                                                                                       

3 comentários:

  1. Brasil enlameado, é o que vemos. Lama na política, lama nas ruas, lama na casa do cidadão. Excelente seu poema Rogério. Vc soube captar bem a situação em que o país se encontra! Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. MUITO FOCADO E INTELIGENTE O SEU POEMA. A COMPARAÇÃO COM A SITUAÇÃO DO PLANALTO É DE UMA VERACIDADE QUE CHEGA A SANGRAR. É ISSO MESMO AMBAS SUFOCAM, APAVORA, E NOS CALA,O QUE É PIOR EM TUDO ISSO. A INÉRCIA QUE TODA ESSA LAMA NOS CAUSA.

    ResponderExcluir
  3. Rogério,assim tem sido aos longo dos últimos anos. Mostrar o que é conveniente e esconder o que é vergonhoso. Como você foca tão bem em seu blog. absç

    ResponderExcluir